Sai nos dias de maior fluxo

terça-feira, agosto 31, 2004

Estreia

A Vieirinha

Não perca a estreia desta super-produção nacional! A hístória de D. Luísa Filipa Vieira, conhecida por Vieirinha! Numa época conturbada do futebol nacional, ela lutou contra os poderosos do Reino na Liga e do Reino do Norte, defendendo os pneus, o Mantorras e o Trappatonni.


A Vieirinha

Defendeu ainda os alcoólicos, os drogados e os paneleiros, dando a todos oportunidades de integrar o plantel encarnado!
Todos os Domigos, aproximadamente, a Vieirinha lutará contra os velhos do restelo, contra os inimigos do vermelho, contra os senhores de preto, contra os fantasmas do passado, contra a toalha do Eusébio, contra os pentados do Simão, contras os senis de Alvalade, contra a caspa e a seborreia e contra os católicos e protestantes! Tudo pela sua nação encarnada!

Não perca em
O Período, o fluxo de todos... e de cada um!

WC Pato

Deus dotou-me de um intestino trabalhador e regular, capaz de produzir duas a três vezes ao dia fezes de consistência aceitável. Essa merda é dificil de arrancar do fundo das retretes, pelo que adquiri umas tabletes que se colocam no autoclismo e torna a aguinha azulinha e com espuminha, camuflando a desgraça. Mas á primeira cagadela e consequente descarga de água, a tablete entrou pelo cano e entupiu o autoclismo, pelo que escrevo estas linhas com as mãozinhas azuis e com cheiro a brisa atlântica.

segunda-feira, agosto 30, 2004

Chocado...

... é como me estou a sentir ao estar a assistir ao debate na RTP1 sobre a participação portuguesa nos Jogos Olímpicos!
E a razão desse sentimento é o facto de ter sido convidado Rui Silva, esse atleta de nacionalidade duvidosa (toda a gente sabe que o Algarve foi o último território a ser conquistado aos mouros e rapidamente foi invadido pelos britânicos, pelo que dificilmente pode ser considerado português), mas ter sido completamente ignorado Francis Obikwelu, esse alentejano de Cuba.
É certo que é complicado arranjar tradutores simultâneos que conheçam o dialecto praticado no Alentejo profundo de Obikwelu, mas isso não nos devia privar da contribuição deste grande comunicador para este debate.

domingo, agosto 29, 2004

Barco do aborto

O apelidado pela comunicação social de Barco do Aborto ficará fundeado ao largo da Figueira da Foz, já que o Paulo Portas não o autoriza a atracar em Portugal.
Será que a associação responsável por este barco também pratica abortos a indivíduos de 30 anos para cima? É que eu gostaria de levar lá a abortar umas quantas pessoas, já que as mães não tiveram a presença de espírito ou a possibilidade de o fazer na altura certa.

sábado, agosto 28, 2004

Explicação

Só a aversão que o Moniz Pereira tem ao futebol explica o facto do atletismo do Sporting não ter ainda aproveitado o Pedro Barbosa para a prova dos 100 metros. Era medalha de ouro na certa.

Futebol espectáculo é na TVI

O Sporting ao intervalo já está a ganhar por 2-0. Será que puseram o Obikwelu a jogar?

Plácidas tardes de Sábado



Keanu, como sempre tornaste as minhas tardes de pura inactividade mais ricas...

sexta-feira, agosto 27, 2004

Fahrenheit 9/11

Fui ver o último filme do Michael Moore e a mensagem que o "documentário" transmite parece-me clara: se não querem ficar neste estado não comam no McDonald's.

quinta-feira, agosto 26, 2004

Có-Co-Ró-Có!!!

A Fundação Vítor Baía 99 abriu inscrições para voluntários. Todos as pessoas interessadas, com mais de 16 anos e que saibam piar, devem inscrever-se no site www.galinha99.com/voluntarios.

Reparem no ar de satisfação destes jovens voluntários, junto do seu ídolo: Piu! Piu! Piu! Piu!

O Período

A escorrer continuamente sem engravidar há um ano.

quarta-feira, agosto 25, 2004

Era uma vez um Quim Nandrolão

Aquilo que o Quim faz na baliza do Benfica, ou seja, atirar-se para o chão independentemente de tudo o que o rodeia assim que a bola chega junto da grande área, merecia um prémio. Acho que ele e o JVP disputariam bem a medalhita de ouro numa competição dessas.
Quim - Olha o Aruna! Bem, o remate vai sair rasteiro e para aquele lado. Vou-me atirar já e apanho a bola. Zás. - Quim atira-se.
Aruna sem tirar os olhos da bola remata para onde estava Quim antes de se atirar e faz golo.
Quim - Fosga-se, devia ter ficado quieto.
Devias era ter ficado em Braga a tomar Nandrolona.

Atenas 2004 - Curiosidades

Há muito tempo que certas e determinadas pessoas esperavam por uma medalha de um puro lusitano. Sim, agora que Rui Silva foi Bronze, podemos dizer que o Portugal dos brancolas, os verdadeiros puros lusitanos ganhou uma medalha. Eu aplaudo o Rui, pois aquele esforço na última volta resultou do Gutalax que o gajo tomou antes da partida. Toda a gente sabe que a caganeira quando bate, bate. Parece que tou a ver o Rui: - "Porra, isto ta mesmo a querer sair. Deixa-me lá despachar a corrida, se não borro-me aqui todo e depois tenho que as ouvir das senhoras da limpeza da pista."

Procura-se

Se é brasileiro, tem um nome tipo "Argelico Fucks", tá sempre com um palavrão na boca e mete a mão onde devia meter a cabeça, junte-se ao Benfica de Trapattoni. Boa remuneração e horário flexível.

segunda-feira, agosto 23, 2004

ADDIO, ADIEU, AUF WIEDERSEHEN, GOODBYE!!!

Depois de ver um dos novos anúncios da Lipton Ice Tea, só tenho a dizer o seguinte:
Olá malta! Tudo bem? 'Tá-se!!!

Um atleta do Portugal profundo

Foi com grande emoção que assisti ontem à consagração de Francis Obikwelu como vice-campeão olímpico dos 100 metros em atletismo.
No entanto, ao ouvir a sua entrevista aos meios de comunicação social, ainda não consegui apurar de que região de Portugal este atleta é.

Jornalista - Considera possível ganhar mais uma medalha, amanhã nos 200 metros?
Francis Obikwelu - Estar muito cansado. Músculo cansado. Agora vai descansar. Amanhã tentar.

Tendo em conta o estilo de construção de frases de um dos nossos redactores, eu diria que o dialecto é Alentejano. Mas ainda não estou certo.

O corredor do terror!

Caros leitores, hoje tive um pesadelo que se tornou realidade.
Nestes meus sonhos encontro-me às compras com a minha namorada e tudo corre bem até que... entro no corredor dos cremes ou dos champôs e amaciadores. A partir daí tudo acabou! Automaticamente algemas se fixam nas minhas mãos e uma bola de ferro é acorrentada aos meus pés, de modo a que durante muito tempo deixo de conseguir mexer-me daquele local.
Hoje todo o meu corpo tremeu quando na lista de compras vislumbrei a terrível palavra - CREME. AHHHHHHH!
E foi nessa altura que todo o meu pesadelo se materializou. Durante vários minutos fiquei acorrentado à secção dos cremes de beleza.
Ainda agora tremo só de pensar nesse momento.

domingo, agosto 22, 2004

Crime ambiental

A GNR da Lousã apreendeu vinte e sete plantas de Cannabis, cada uma com cerca de três metros de altura.
Todos sabemos que, pelo menos na teoria, estas plantas serão destruídas mais tarde.
Ora eu considero um crime ambiental este atentado a exemplares tão grandiosos de Cannabis sp.
Independentemente da utilização humana destas espécies vegetais, a verdade é que também estas plantas contribuem para o oxigénio que nos é tão precioso. No entanto, tal contributo não parece demover as autoridades mundiais, que continuam sem misericórdia a destruir estas bonitas plantas.
Shame on them all!

Safo

Regressava eu com minha namorada a Palmela, após confirmação que o seu irmão era deportado para a Polónia, quando, logo após a travessia da Ponte Vasco da Gama, sou mandado encostar numa mega operação stop da GNR.
Nesta operação policial em que eram verificados, como triagem inicial, os selos do seguro automóvel e da inspecção periódica, todos os condutores eram ainda submetidos a um teste de alcoolemia.
E foi assim que eu soprei pela primeira vez na minha vida para o mítico balão. O soldado da GNR que me acompanhou nesta minha experiência, estava longe de ser uma loira fogosa, por outro lado, mais parecia uma visão mal barbeada e de bigode de Fernando Mendes.
Contrariamente aos meus receios, pude constatar, com felicidade, que a limonada não acusa no teste do balão.

sábado, agosto 21, 2004

sexta-feira, agosto 20, 2004

Viva a F. P. Futebol

Hoje, no jogo da Supertaça vai jogar-se com bolas da Adidas e bolas da Nike. Já tou a ver Carlos Xistra no meio do terreno com os capitães das equipas: "Então Simão, Nike ou Adidas?"
Simão - "Como já dizia Toni, cheia."

Televisão

Finalmente a grande estação de televisão de Queluz de Baixo, vulgo TVI, vai transmitir os jogos da SuperLiga em canal aberto. Já estou ansioso para ouvir o José Carlos Soares no relato e o Mozer nos comentários. Sim, porque esta dupla fez sucesso há cerca de oito anos na Copa América, ou alguém não se lembra? JCS é exímio nos relatos, no conhecimento dos jogadores (especialmente a parte traseira) e sobretudo na linguagem futebolística (estilo brasileirão rasca da zona de Ribeirão Preto). Confrangedor é ouvir o Mozer tão poucas vezes e normalmente para corrigir JCS.
Mozer - "Não Zé, esse aí não é o Vitor Paneira não, é o Miguel."
JCS - "Parecia ele, como jogam do mesmo lado, pensei. Olha a rapaqueca. Flete pelo sector canhôto."
Mozer - "Mas Zé, o Paneira..." - interrompido
JCS - "Mata no peito, finta a zaga. Desculpa Mozer, ias dizer?"
Mozer - "O Paneira..." - interrompido
JCS - "Deixa lá o Paneira. Olha a redondinha, aí vem André."
Mozer - "Mas o André é apanha pins no Porto."
JCS - "Sim, lá vai ele coçar os tomates ao Pinto da Costa, para ver se ganha um aumentozito."

quinta-feira, agosto 19, 2004

Memória curta

«João Soares diz-se o melhor para derrotar Santana.» Concordo. Como ficou bem patente nas últimas eleições autárquicas em Lisboa, ninguém melhor que Soares para levar de vencida Santana Lopes.

quarta-feira, agosto 18, 2004

É dos sebentos que elas gostam mais

Ontem foi a segunda vez em duas semanas que gajas desconhecidas, por acaso todas estrangeiras (de Itália e do Porto, respectivamente) se abeiraram de mim a perguntar se lhes arranjava droga. Eu que nem uso dessa merda.
Parece que o ar de dealer sebento está outra vez a levar a melhor.
Agora põe-se a questão: acabo com o ar de traficante colombiano e ganho alguma credibilidade ou mantenho o look e fico com as miudas... Porque dois grupos de gajas virem falar contigo em duas semanas é muita fruta!!!

terça-feira, agosto 17, 2004

Calúnia

O "grande" Zé Maria não queria de maneira nenhuma suicidar-se. Não sei onde foram buscar essa ideia, mas é uma grande calúnia. O que aconteceu foi que, a sua galinha preferida, Clotilde, fugiu de casa. A pequena Clotilde perdeu a paciência com o Zé e voou da casa deste em Lisboa. Zé completamente desesperado correu atrás de Clotilde e de mais um galo, o Ruca, que entretanto se lhe tinha juntado quando esta passou pelo Intendente. Já na ponte a Clotilde começou a cacarejar e o noso herói aproximou-se lentamente, uma vez que, segundo este, aquele cacarejar era típico de quando ela queria carinho. De repente, Zé lança-se à Clotilde e eis que aparece a Guarda para o agarrar, pensando que Zé queria suicidar-se.

Ganda máquina

É dificil quando os nossos automóveis resolvem mostrar a sua forte personalidade... Ontem o meu (4L de 89) decidiu partir o tubo que ligava o motor à panela de escape e desatar a urrar que nem um carocha dos antigos ou até mesmo, um Spitfire da 2ª Guerra Mundial.
Confesso que durante 2 minutos e meio me senti poderoso aos comandos do meu Spitfire. A partir daí foram somente mais 50 Km de escape livre e profunda dor de cabeça.

domingo, agosto 15, 2004

Amén

Pelos vistos, Fátima é um local de encontro para a comunidade gay. Quererá isto dizer que a Nossa Senhora era lésbica?

sábado, agosto 14, 2004

O importante é competir

Hoje de manhã, quando me preparava para ir trabalhar, tive oportunidade de assistir aos últimos minutos do Austrália-China em voleibol de praia feminino.
Creio que no fim as australianas venceram. Mas meus caros, sou da opinião que não foi muito importante saber quem no fim ganhou, uma vez que ambas as equipas se esforçaram muito... para tentar tirar o fato-de-banho que teimava em entrar-lhes pelo rabo acima!
É um desporto bonito...

1+1=3

Desde que o ouvi dizer - este quilómetro tem mais de mil metros de recta -, fiquei com uma ligeira desconfiança que o Marco Chagas tinha um pequeno problema com os números. Há pouco, enquanto relatava a prova de ciclismo, Marco voltou a maravilhar-me com mais um exercício matemático: "Este ciclista russo é ainda bastante jovem, tem apenas 25 anos. Nasceu em 1974, portanto."
Desde o meu último aniversário que estava a atravessar uma crise de meia-idade face à rápida aproximação dos 30, mas agora, graças ao génio matemático de Marco Chagas, deixei de estar deprimido. Mentalizei-me que segundo o calendário chaguiano tenho apenas 22 anos.

sexta-feira, agosto 13, 2004

De volta aos olímpicos

Meteram-me nojo. Ontem, durante o encontro com os jogadores do país de Saddam tive vontade de esbofetear as nossas fracas crianças. Já agora: Quem é que os escolheu? Só faltou lá o ciganito para a barraca ser ainda maior. Não queriam ir aos Jogos? Não fossem! Fazer figuras destas é que não! Se não vejamos:
O Ronaldo, deveria pensar que estava na Madeira, nos jogos lá da favela. A bater nos coitadinhos dos iraquianos! Isso é lá coisa de macho! Cresce puto.
O chimpa do Boa Morte deve ter quatro neurónios (um ligado à perna direita, outro à esquerda, outro para descascar as bananas e por fim um para levantar o marsápio) e ontem só o das bananas é que funcionou.
O José Romão (apesar de Alentejano) é ainda mais coitadinho que todos os outros. Respeitem-no! Respeitem-no, porra! O homem respeita-vos! Respeitem-no!
Nota: Meira, Costa e Alves = %$%%$/"#%/&()("&%/)(=&)(uta!

quinta-feira, agosto 12, 2004

Última hora

Afinal nem todos os jogadores portugueses estavam a agir em nome dos superiores interesses da pátria. No final do jogo frente ao Iraque, um jogador português, que preferiu manter o anonimato, confidenciou-nos o seguinte: «Eu optei por deixar os monhés passar sem tocar em nenhum. Tinha medo que um dos sósias do António Costa explodisse.»

UFA!!!

Depois de Bin Laden ter anunciado o final das tréguas com a Europa, o desempenho da selecção portuguesa de futebol foi providencial. Ao serem enrabados a seco pela selecção amadora do Iraque, os nobres jogadores portugueses poderão ter garantido a segurança do resto do povo português. Obrigado José Romão, Cristiano Ronaldo, Boa-Morte e companhia. Espero que o Sampaio também vos ofereça umas medalhitas.

Blame it on Blaine

Já tinha aqui dado a notícia da separação de Barbie e Ken, esse adorável casal que tanto inspirou o romance das crianças fêmeas do nosso mundo.
No entanto, só agora estou na posse do nome do verdadeiro causador da ruína desta relação de sonho - Blaine!

Como é que alguém pode trocar Ken por este vilão oxigenado??!!!
Shame on you Barbie!

I'm a Barbie girl...

Chegando a casa após mais um dia de trabalho, nada me preparava para o choque que ia ter: com o nome Iznogud no lugar do destinatário estava o mais recente número d'A Minha Revista da Barbie, a famosa boneca loira, com direito a uma reluzente malinha cor-de-rosa!
Não só Iznogud se mostrou deliciado com a sua encomenda, como se tornou extremamente possessivo quando se apercebeu que uma menina folheava a sua revista.
Ao menos já sei o que lhe oferecer no próximo Natal...

Pânico no galinheiro

BycicleRepairaMan vai de férias até á sua aldeia-berço, no coração do Minho, pelo que por esta altura os galináceos lá de casa já devem estar em pânico, porque já sabem que quando isso acontece, pelo menos um salta para a panela. Só espero que não stressem muito, senão a carne fica rija...

E ainda dizem que o crime não compensa

«Iorworth Hoare, de 52 anos, um britânico a cumprir pena de prisão perpétua por violação e agressões sexuais ganhou, no passado fim-de-semana, dez milhões e meio de euros depois de ter comprado um bilhete de lotaria durante uma saída precária de uma prisão em Middlesbrough.»

terça-feira, agosto 10, 2004

Uma tarde bem passada

16:30 do segundo (logo último) dia da minha folga. O que fazer com as poucas horas de liberdade que me restam?
Olha! E se eu fizesse 84 km de Faro a Lagos (adicionando mais 84 km no regresso), andasse perdido 20 minutos no centro da cidade, perdesse outros 30 minutos em trânsito intenso a tentar arranjar um lugar para estacionar, para ir para uma esplanada com a minha namorada e... um seu ex-namorado??!!!
Não vos parece um bom programa? Mal posso esperar por repeti-lo um dia...

segunda-feira, agosto 09, 2004

Cara de um, cu do outro!

Dicionário

Gigi do It. Gigi del Neri.

adj.,
rápido;
que dura pouco tempo;
instantâneo;
curto;
breve.

e.g.,
«Ouve lá miúda, queres ir para trás da moita dar uma gigi?»

Expressão em Latim do dia

Veni, Vidi e del Neri!
Tradução: Cheguei, vi e deram-me um pontapé no rabo!

domingo, agosto 08, 2004

Encontros de 3º grau com gelatina

Apertar a mão a um qualquer indivíduo, em contexto social ou profissional, é uma completa lotaria: ou bem que nos sai um aperto de mão como se nos quisessem esmagar os ossos dos dedos; ou um aperto de mão vigoroso, mas não perigoso para a integridade da nossa mão; ou bem que damos connosco a tentar apertar a mão a um molusco.
É exactamente sobre este último exemplo que gostaria de me debruçar. Quando vou apertar a mão a alguém e essa pessoa me estende a mão, espero que haja alguma reacção do outro lado. Mas quando reparo que essa pessoa não responde ao aperto de mão e se limita a dar a sua mão a apertar, dá-me vontade de esbofeteá-la. É como ter uma lesma na mão, frequentemente dou comigo a limpar a mão às calças.
Será que estas gelatinas ambulantes estão num processo de identificação da sua verdadeira sexualidade e se sentem frustradas por a sua mente feminina se encontrar presa a um corpo masculino?

sábado, agosto 07, 2004

No campismo

Que bom que é acampar e acordar às 5 da manhã, não com o chilrear dos pássaros, mas com os gemidos dos três orgasmos (foram bem explícitos) da menina da tenda ao lado! Não há nada como a vida no campo!!

quinta-feira, agosto 05, 2004

Isto é o limite

A Secretaria de Estado da Agricultura foi para a Golegã. Será que o Santana Lopes e o ministro andaram com o Jolly Jumper (lembram-se dele) e agora querem de vez em quando dar lá uma saltada para levar uma pinocada? Se bem conheço J.J. deve ter enrabado bem esta canalha. Nem me atrevo a pensar que existe outro motivo para tão nobre serviço do estado ir para a terra dos betos cavaleiros, essa classe de gente fútil e mal cheirosa.
E o Alentejo caralho!! Não é no Alentejo (ou devia ser, pelo menos) que a agricultura assume maior importância. Os betos da Golegã! Quem são e o que fazem esses caralhos? Foda-se isto foi a gota de água!!! Espero sinceramente que todas as golegãs por esse país fora tenham direito a uma secretaria de estado.

A solução para o país

Santana e os seus ministros põem o pessoal do Durão todo na rua. A política de contratações do Governo tá em meu ver (pato com um grande bico) errada. Passo a explicar: falta um grande director técnico para fazer as contratações para cada novo ministério. Um homem experiente nestas andanças, um gajo tipo Reinaldo Teles, com bigode, com postura e com pelo menos 20 anos de serviço. Este senhor é por isso o ideal, pois quer no F. C. Porto quer nas casas de putas que ele tem escolhe o/a(s) melhores. Tenho a certeza que o país tinha muito a ganhar com esta política. Se o Porto funciona....

quarta-feira, agosto 04, 2004

Ena... Enaknhar... Enhakri...

Está a decorrer no site do Record a seguinte votação: «A opção do Sporting por Enakarhire em detrimento de Gamarra é boa?»
Obviamente, votei que sim. Só pelo gozo que vai ser ouvir o Gabriel Alves a pronunciar o nome deste tipo, esta foi de longe a melhor contratação do Sporting.

A meu Pai

Parabéns, Zé Vilela, pelo vinho que fazes e pelo filho que fizeste! E já agora pelos anos que fazes hoje!

Indy is back

Ontem, enquanto subia umas escadas rolantes no Fórum Algarve e conversava descontraidamente com a minha mulher, eis que um velhote descia apressado pelas mesmas escadas. A minha mulher ainda esboçou uma tentativa de avisar o aventureiro - "Olhe estas escadas são para subir. As outras estão ali ao lado". Ao que ele respondeu num tom apressado - "Menina, todas as escadas são para subir e descer", enquanto olhava compenetrado para as escadas, obviamente para não falhar nenhum degrau. A situação provocou a risada de algumas pessoas, à medida que o senhor ia descendo as escadas. Quando parámos de subir ficámos a observar o senhor, que tinha ficado a cerca de 4 degraus do fim e não conseguia sair das escadas. A certa altura uma mulher (supostamente a esposa), começa a ralhar com o velho, esbracejando e a gritar. O grupo de pessoas a observar a cena tinha triplicado e havia pessoas que não conseguiam parar de rir (A Duck!). Possivelmente farto de ouvir a velha a ralhar o nosso Indiana Jones desistiu e deixou-se levar escadas acima, cansado, exausto. Sem nunca se virar ao contrário o velhote lá subiu. Saí sem saber se ele encalhou nas escadas quando chegou cá acima, pois não se virara entretanto ou se voltou a fazer outra investida na tentativa de mostrar que não há Super Homem para ele.
Depois de jantar ainda estava a ver o velho e ria-me sozinho. Acho que esta experiência vai marcar-me para o resto da vida.
Lição: Se tiveres mais de 60 anos e quiseres mostrar à tua amada que és um grande maluco, nunca desças escadas rolantes que são para subir.

terça-feira, agosto 03, 2004

A fuga

Detidos em Fátima dois suspeitos de roubo e extorsão.
in Diário Digital

"Foda-se, caçaram o Francisco e a Jacinta!" - exclamou Irmã Lúcia, enquanto enfiava umas sandálias e um hábito no alforge...



Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!