Sai nos dias de maior fluxo

sexta-feira, janeiro 05, 2007

I don't know what the fuck happened to me...

A musiquinha de amor da moda, de André Sardet, é na realidade uma cantiga de escárnio e maldizer, cheia de trocadilhos e insinuações disfarçadas, dedicada a uma gaja feia, gorda e bruxa. Ora atentemos:

Eu gostava de olhar para ti e dizer-te que és uma luz
(Ele gostava! Gostava mesmo! Amava até! Mas há qualquer coisa nela...)
Que me acende a noite, me guia de dia e seduz...
(O que se acende à noite? Fogueiras! E o que se coloca nas fogueiras-além de lenha? Bruxas!)
Eu gostava de ser como tu não ter asas e poder voar
(Tipo, em cima duma vassoura?)
Ter o céu como fundo, ir ao fim do mundo e voltar...
(Tem um cu do tamanho do céu, portanto...)

Eu não sei o que me aconteceu...
Foi feitiço!O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém como tu...
(Reparem, não é "gostar tanto assim de alguém como gosto de ti", mas "como tu": feia, gorda e bruxa! Por isso é que "eu gostava de olhar para ti e dizer-te que és uma luz". Mas não é! É feia, é as trevas! Mas como o enfeitiçou agora tem de gostar dela!)

Eu não sei o que me aconteceu...
(I don't know what the fuck happened to me...)
Foi feitiço!
(It was a spell!)
O que é que me deu?
(What the hell was I thinking of?)
Para gostar tanto assim de alguém
(To fell in love with someone)
Como tu...
(Like you...)



Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!