Sai nos dias de maior fluxo

quarta-feira, janeiro 04, 2006

Um pouco de mim

Deus abençoou-me com um cu peludo. De modo que tenho que fazer uma certa força quando solto um gás por forma a que este consiga atravessar o matagal piloso e alcance com sucesso o mundo exterior. Acontece que por vezes apenas consigo soltar uma miserável bufinha raquítica que mal consegue abanar um pintelho. O resultado é mais ou menos parecido com isto, metaforicamente falando:

Imaginem que esta bolha de ar é metano e aquelas algas são os meus pelos do cu. Esqueçam a aranha.
Feliz ano novo!



Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!